Dia 24/11/2016

Dia 24 de novembro de 2016 aconteceu o segundo dia da 6a Mostra Audiovisual Estudantil Joaquim Venâncio na EPSJV. Na parte da manhã, o evento recebeu a visita de 03 escolas, o Ciep 175 José Lins do Rego, a Escola Municipal Professor Vieira Fazenda e o Instituto de Aplicação Fernando R. da Silveira. Elas compareceram com o intuito de apresentar seus curtas audiovisuais. Nesse primeiro momento do dia, o evento foi conduzido por Bianca Potsch (2o Análises Clínicas) e Lucas Batista (3o Gerência em Saúde).

O primeiro bloco de vídeos a ser apresentados foi composto pelos curtas “A revolta de um copinho”, do Ciep175, “Fer-se gran”, da Escuela Riera de Ribes e “Troca de sala”, do CineCap. O debate se iniciou com este último curta e alguns de seus integrantes compareceram para falar sobre o processo de produção do vídeo. Segundo eles, a parte mais difícil foi conseguir conciliar os horários dos alunos para a realização do roteiro, das filmagens e da edição, e a melhor parte foi gravar e editar. A ideia do roteiro deveria reunir o real e o imaginário.

O segundo bloco incluiu os vídeos “Zero por quê?”, da EPSJV, ”La nit més llarga”, da Escuela Rafael Alberti, “Palavras e sonhos”, do Projeto O Curta Que A Gente Quer Fazer e o “Deu Errado”, da E. M. Professor Vieira Fazenda. Os grupos que apresentaram seus trabalhos foram o “Zero Por Quê?” e o “Deu Errado”. De acordo com o primeiro grupo, a inspiração surgiu a partir de um filme chamado “Janela Aberta”. O roteiro, ao mesmo tempo que foi demorado, foi uma das partes mais divertidas, e esse roteiro mudou com o decorrer da filmagem, já que existiram muitos elementos espontâneos. O grupo teve muita dificuldade na edição porque usaram um programa de edição que ainda não conheciam.

O segundo grupo foi o produtor de “Deu Errado”. O objetivo era fazer uma carta audiovisual sem fala e em preto e branco, e ele foi inspirado em um colega que, segundo a professora Cynthia, que acompanhou as filmagens, “fazia uma coisa curiosa com o seu corpo”, colocar as pernas na cabeça e andar. Para os alunos e a professora Cláudia Vieira, a música foi um elemento essencial para o filme. O terceiro bloco foi composto pelos curtas “Prevenção é a Solução”, da E. M. Professor Vieira Fazenda, “Anima Dengue-chikungunya-zika”, do Núcleo de Arte Sebastião Bernardes de Souza Prata- Grande Otelo e o “Cuadro a Cuadro”, do Trabajos Del Taller De Animación Cine El Mate. O grupo que se apresentou foi o “Anima Dengue-chikungunya-zika”, e a ideia surgiu a partir de uma atividade sobre essa temática. Eles decidiram contar a história do mosquito que transmite essas doenças, já que outros grupos retrataram a história de uma pessoa que ficou doente.

 

A revolta de um copinho

Historia de um aluno que era viciado em café

CIEP 175 José Lins do rego

7min16

Fer-se gran / Hacerse mayor (ESPANHA)

Escuela Riera de Ribes

Bruna tiene que afrontar los primeros días tras la muerte de su abuelo.

13min

Troca de Sala

Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira

Ana está assistindo aula e de depente é transportada para outra sala de aula, com novos amigos. O que será que aconteceu?

6min24s

La nit més llarga / La noche más larga (ESPANHA)

Escuela Rafael Albeti

Los padres de Derek se están separando. Una de las formas que tiene de liberarse es salir a pasear a su perro Patou.

12min54s

Palavras e Sonhos

Projeto O Curta Que A Gente Quer Fazer

Eles precisam de grades? Com a palavra, jovens da periferia de Campinas. Seus sonhos e sua realidade revelam: eles precisam de oportunidades.

15min

Deu Errado

M. Professor Vieira Fazenda

Um cientista resolve experimentar sua mais nova descoberta numa cobaia, porém, as coisas não saem como o esperado.

2min54seg

Prevenção é a solução

E.M. Professor Vieira Fazenda

O vídeo conta a história de um agente de saúde que percorre as casas verificando se os moradores estão combatendo o Aedes aegypti.este vídeo foi o vencedor regional (Rio de Janeiro) do concurso Zika Zero do MEC.

1min30seg

Anima Dengue-Chikungunya-Zika

Núcleo de Arte Sebastião Bernardes de Souza Prata- Grande Otelo

Animação, na técnica stop-motion com recortes e desenhos, realizada por alunos da oficina “Animação Trash 2016”, do Núcleo de Arte Grande Otelo, 6ªCRE-RJ, coordenada pela Profª Imaculada Conceição M. Marins, a partir de um projeto que foca num problema que aflige a saúde pública de nosso país, a gravidade das doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika, Chikungunya. Coordenação e criação musical: Prof. Iuri Nascimento e alunos. Rio, 2016.

2min57s

Cuadro a Cuadro – Trabajos Del Taller De Animación (ARGENTINA)

Taller de Cine “El Mate”

Mundos animados llenos de personajes y situaciones de lo más divertidas. Ejercicios realizados en el taller de Animación del Taller de Cine “El Mate”

3min31s

 

 

 

DIA 25/11/2016

No dia 25 de novembro de 2016 ocorreu o terceiro e último dia da 6a Mostra Audiovisual Estudantil Joaquim Venâncio na ESPJV. De manhã, o evento contou com a presença do Centro Educacional Anisio Teixeira, Escola Municipal Orlando Villas Bôas e a E. M. Professora Márcia Francesconi Pereira. Elas compareceram com o objetivo de apresentar e discutir os seus projetos audiovisuais. Na primeira parte do dia, o evento foi mediado por Bianca Potsch (2o Análises Clínicas) e Sthefany Ramos (3o Análises Clínicas).

No primeiro bloco, composto por 04 vídeos, foram apresentados os curtas “A Delicious English Class”, da E. M. Gal. Humberto de Souza Mello e “Gatitas Espaciales”, do Taller de Cine “El Mate”. A conversa se iniciou com a presença da professora da E. M. Gal. Humberto de Souza Melo sobre o curta de seus alunos, e ela contou que ele foi produzido por alunos que estão cursando o 5o ano do Ensino Fundamental, e que essa experiência foi muito gratificante porque eles puderam usar o conhecimento adquirido em diversas disciplinas na prática. Durante esse debate, o evento contou com a presença do Bonde dos bobos da corte de audiovisual, que tiraram a sorte de algumas pessoas da platéia.

A segunda parte desse bloco apresentou “Passeio pela cidade do Rio de Janeiro”, do núcleo de Arte Avenidas dos Desfiles, “Se você…”, do Núcleo de Arte de Copacabana. O debate de começou com o curta “Se você…”. Segundo seus produtores, a inspiração surgiu com a análise de um texto da Marta Medeiros que aborda o tema da influência do grupo sobre o indivíduo. Em seguida, os integrantes do curta “Passeio pela cidade do Rio de Janeiro” contaram que o vídeo foi composto por fotos e desenhos dos próprio alunos com base em um passeio que fizeram pelo RJ.

No segundo bloco de curtas foram exibidos os vídeos “Las consecuencias de Ser Mariano”, do Taller de Cine “El Mate”, “Tô sozinho”, do C. E. Anisio Teixeira, “Encontro de gerações”, da E. M. Orlando Villas Bôas, “Estação Primeira”, da E. M. Gal. Humberto de Souza Mello e “Somos feitos da mesma substância que os sonhos”, do Projeto Curta Jovem. A conversa se iniciou com um integrante do curta “Tô sozinho”, que contou à platéia que o filme não está terminado, entretanto, deu certo. Os produtores de “Encontro de gerações” notaram que os alunos não respeitavam os idosos da escola, portanto, decidiram realizar esse projeto com estudantes do 9º ano. E alguns componentes “Estação Primeira” citaram qual foi a inspiração e o processo de formação do filme.

O terceiro bloco foi composto pelos vídeos “Despertar Sustentável”, da E. E. Aspino Rocha, “O filme errado”, da E. M. Bombeiro Geraldo Dias, “A pichação amaldiçoada”, a E. M. Professora Márcia Francesconi Pereira, “O espelho da mente”, da EPSJV, “Perfídia”, do C. E. D. Pedro II. A conversa se iniciou com “Despertar Sustentável” e, de acordo com a equipe, o processo de criação do filme foi muito divertido e foi gravado com o celular, já que a escola não tem audiovisual como disciplina curricular. Os integrantes do “O filme errado” gostou muito de produzir o filme. O grupo do curta “A pichação amaldiçoada” contou que o processo da montagem do curta foi demorado e ele foi gravado em diversos pontos turísticos da cidade de Cabo Frio. Segundo alguns componentes do vídeo “Espelho da mente”, o alterego foi bastante trabalhado. E, por fim, no quarto bloco foram exibidos os curtas “Almas gêmeas”, da EPSJV, “Cara ou coroa?” e “Vista para o mar”, ambos da Escola Sá Pereira. O único grupo que apresentou seu projeto foi o produtor de “Almas gêmeas”, que explicou que o processo produtivo demandou muito trabalho e durou um ano inteiro.

Ao final dos exibições, o Bonde dos bobos da corte realizaram, junto com a platéia, o Mannequin Challenge. (veja clicando aqui)

 

A Delicious English Class

E.M.Gal. Humberto de Souza Mello

Durante a aula, um menino muito esperto fica pensando na relação entre o que aprendeu na aula de Ciências e a matéria que está estudando em Inglês. Como não foi ao banheiro na hora do recreio, pede para ir durante a aula de inglês e coisas atrapalhadas.

4min34seg

Gatitas espaciales (ARGENTINA)

Taller de Cine “El Mate”

Tres amigas fueron a reclamar moños que habían pedido. Accidentalmente se subieron a una nave que voló al espacio. Allí encontraron algo inesperado.

2min2s

Passeio pela cidade do Rio de Janeiro

Núcleo de Arte Avenida dos Desfiles

Conhecendo a cidade do Rio de Janeiro através de um passeio (por lugares, fotos, desenhos e colagens)

3m12s

13min25seg

“Se Você….”

Núcleo de Arte Copacabana

Abordagem de três questões envolvendo grupo de adolescentes: furto, matar aula e uso de drogas.

3min50s

Las consecuencias de ser Mariano (ARGENTINA)

Taller de Cine “El Mate”

Mariano debe dar una presentación de la cual depende el futuro de la humanidad.

5min 56s

Tô Sozinho

O filme passa por personagens que estão sozinhos em meio à multidão.

CEAT – Centro Educacional Anisio Teixeira

2min50seg

Encontro de Gerações

Escola Municipal Orlando Villas Bôas

Alunos sob orientação da professora Flávia Pedrosa.

1min19seg

Estação Primeira

E.M.Gal. Humberto de Souza Mello

Em homenagem aos 450 anos do Rio de Janeiro, os alunos da turma 1501 da Escola Municipal General Humberto de Souza Mello produziram um vídeo documentário contando a história de sua comunidade, o Morro da Mangueira e sua relação com os fatos que marcaram a história da cidade. Nessa produção eles puderam refletir sobre seu cotidiano escolar e sua inserção na sociedade demonstrando o valor da escola para seu futuro.

Somos Feitos da Mesma Substância Que Os Sonhos

Projeto Curta Jovem

Depois de um acontecimento trágico, Bruno encontra nos desenhos um refúgio. Mas um deles vira

8min

Despertar Sustentável

Escola Estadual Aspino Rocha

Grupo de alunos após uma aula sobre sustentabilidade desperta o interesse de fazer algo para mudar as perspectivas do planeta e através de pequenas atitudes busca conscientizar os outros e a si mesmos.

6min34seg

O Filme Errado

Escola Municipal Bombeiro Geraldo Dias

Um menino tenta apresentar um filme, mas cenas de outros filmes vão aparecendo.

9min54seg

A Pichação Amaldiçoada

Escola Municipal Professora Márcia Francesconi Pereira

Um galpão para armazenamento de sal é fechado após uma tragédia ocorrida e ganha a fama de ser.

9min48s

 Perfídia

C.E D.Pedro II

Uma mulher atraente anda pela cidade. Homens solitários são os seus alvos. O futuro de cada um deles será marcado para sempre

9min

Cara ou Coroa?

Escola Sá Pereira

Fernando e Luíza são namorados há cinco meses. A caminho da escola, encontram uma moeda no chão que, segundo Fernando, lhes trará sorte. No mesmo dia, Luíza conhece Clarisse, aluna nova da escola, e a convida para uma festa, onde conversam e se apaixonam. Arthur, o melhor amigo de Fernando, fotografa as duas juntas e mostra para o amigo. Fernando e Luíza terminam o namoro. Fernando fica transtornado e passa a publicar comentários homofóbicos sobre as meninas em redes sociais. Luíza dá um basta na situação e vai embora com Clarisse. No caminho, encontram uma moeda no chão e Luíza diz que lhes trará sorte.

7min23s

 Vista para o Mar

Escola Sá Pereira

Casal de adolescentes apaixonados luta para vencer as próprias diferenças e a desaprovação do pai do menino.

3min54s

 

Advertisements